Novidades

Buscando valorizar a classe dos pecuaristas brasileiros, a Troncos Progresso demonstrou, por meio de suas redes sociais, seu apoio integralmente à campanha “Beba Mais Leite”. A iniciativa nasceu, recentemente, na cidade de Cachoeira Alta, no interior de Goiás, e está crescendo pelo Brasil, unindo todos que estão ao lado do homem do campo.

“Produtor de Leite, conte conosco sempre! Apoiamos em todos os sentidos quem produz e faz esse Brasil crescer. Juntos, vamos conseguir um preço melhor para o nosso produtor. Essa é uma luta de todos que vivem do agronegócio. Beba mais Leite e ajude os nossos Produtores. Além disso, Leite é saúde”, diz o texto publicado pela Troncos Progresso em suas redes sociais. Além da mensagem, a empresa está com uma série de publicações que destacam os benefícios de consumir leite.

O Brasil possui 1,3 milhão de estabelecimentos produtores de leite, o que representa 25% das propriedades rurais brasileiras. Com tecnologia e investimentos em segurança alimentar, a atividade leiteira está presente em 552 microrregiões das 558 existentes no País. Isso significa que 99% dos municípios brasileiros produzem leite para alimentar milhões de brasileiros.

Os produtores rurais têm sido manchetes de jornais dês do mês de junho, na luta pelo aumento do preço do leite. No período, o produtor de leite de Goiás recebeu o valor que variou entre R$1,05 a R$1,70 por litro de leite. Em julho, época de entressafra, com gasto a mais para produzir, a indústria sinalizou quedas nos preços, de R$0,15 a R$0,45.

A Associação Goiana de Municípios do Estado de Goiás (AGM), através do vice-presidente da entidade, o prefeito de Cachoeira Alta kelson Vilarinho, com o apoio do presidente Paulo Sérgio de Rezende (Paulinho) iniciou a campanha em Goiás: “Beba mais Leite”, em apoio aos produtores rurais.

“Todos aqui acreditam em Goiás e no Brasil. Esses produtores acordam às 4 horas da manhã todos os dias da semana para garantir o sustento da sua família e de outras muitas no País. Hoje vemos a importância socioeconômica que a atividade da pecuária de leite tem para o Estado de Goiás e para o Brasil, gerando milhões de empregos e renda para praticamente todos os municípios goianos. Somos apoiadores e participantes dessa campanha. Quero aqui conclamar os prefeitos a abraçar esse causa do homem do campo”, comentou Paulinho.

 

Com informações do site Jornal Comunidade em Destaque.

 

 


Compartilhar